Logotipo (54) 32041057 - 30217567
WhatsApp (54) 9 91477856

sabrina@sonhemaisviagens.com.br
Facebook
 
 
 
     
 

Dicas - Segurança

   
 
Bagagem
Passagens
Vacinas
Remédios
Cuidados Especiais
 

Bagagem

1. Coloque, na parte externa e interna de valises, bolsas, malas e sacolas, uma etiqueta com nome, endereço e telefone do proprietário, independentemente da identificação colocada pela empresa no momento do check-in. Cuidado para não usar materiais que se despreguem facilmente e não deixe a etiqueta exposta em lugar fácil de ser arrancada, como próxima a fivelas.

2. Personalize a mala, com adesivos e fitas coloridas. Por mais fora de moda ou extravagante que isso lhe parece, facilitará o reconhecimento da mala.

3. Na hora do check-in, verifique se a funcionária da companhia aérea etiquetou corretamente a sua mala, identificando o destino certo. Da mesma forma, confira os canhotos de recibos de entrega de bagagem. Para cada volume, é necessário um comprovante.

4. Retire as etiquetas com códigos de aeroporto coladas em vôos anteriores. Isso é um dos maiores responsáveis por extravio.

5. Utilizar o sistema de proteção com plástico também ajuda a diferenciar a mala. Este serviço é oferecido por empresas nos principais aeroportos do mundo.

6. Ao retirar a bagagem na esteira, verificar se não há outras iguais. Por engano, você pode levar a mala de outra pessoa. Como a lei proíbe que em vôos internacionais seja exigida a apresentação do tíquete de bagagem na saída, o problema é mais comum do que se pensa.

7. Jamais colocar objetos de valor na mala. Dinheiro, documentos, máquinas e jóias devem ir na bagagem de mão. Bagagem é roupa, sapato e objetos de higiene.

8. Toda mala deve estar fechada e lacrada. Usar cadeados é fundamental.

9. Se for necessário fazer conexão e houver tempo suficiente, prefira sempre retirar a bagagem e fazer novo check-in. Na pior das hipóteses, você sempre saberá em que vôo ela desapareceu.

10. A pontualidade na hora do embarque é importante para evitar afobamentos e conseqüente perda de objetos. Se o passageiro chegar em cima da hora, a companhia poderá não conseguir embarcar sua bagagem no mesmo vôo, provocando atrasos na entrega.

11. Leve somente o essencial. E não se esqueça de levar alguns medicamentos de primeiros socorros, enjôos e desarranjos intestinais, analgésicos, antiácidos, antigripais e remédios específicos com receitas médicas.
 
 
 

Passagens

A disponibilidade de passagem aérea pelas respectivas companhias aéreas segue a lei da oferta e demanda. Neste caminho, há que pesquisar com cuidado redobrado a busca pela passagem aérea para não se arrepender depois.

Compare tarifas e vantagens e as várias opções para seu ticket aéreo oferecido pelas empresas, tais como: horários, vôos diretos, vôos com escala, vôos com conexão, etc.

Se você não observar os detalhes, o preço da passagem pode sair mais caro. Observar a validade do ticket aéreo, observar atentamente o “overbooking”, possível cancelamento do vôo e o endosso de passagens.

Se a companhia aérea oferece a facilidade do Check-in online, não deixe de fazê-lo, pois assim você garante seu embarque e evitando a um possível “overbooking”.

Utilizando-se do Check-in online, basta procurar no balcão de embarque da empresa aérea o atendimento especial disponível somente para enviar as malas.

Sua viagem aérea pode se transformar em uma dor de cabeça se não forem observados alguns cuidados antes de viajar.

Viagem internacional

1. Providenciar seu passaporte em tempo hábil. Caso já tenha o documento, verificar sua data de validade;

2. Providenciar com antecedência a aquisição de papel-moedas . Observar com cuidado as vantagens e desvantagens de levar consigo papel-moedas locais ou “traveller check”;

3. Confirmar o vôo 48 horas antes do embarque;

4. Confirmar seus dados e localizador em sua passagem aérea, 48 horas antes de sua partida;

5. Chegar ao Aeroporto com antecedência de duas horas com sua passagem aérea e documentos pessoais;

6. Se porventura haja algum atraso ou cancelamento do vôo, ficar atento aos seus direitos e às vantagens contratuais que as empresas por lei concedem para compensar o não-embarque no vôo;

7. Registrar e informar os bens de origem estrangeira que fizerem parte da sua bagagem (câmeras, computadores, filmadoras), mesmo sendo usados ou que estão sendo levados por motivo de troca ou reparos. Agindo dessa forma o viajante garante o não pagamento de imposto no retorno ao país de origem;

8. Se questionado, responder às perguntas da Receita Federal e/ou da Polícia Federal de maneira séria e polida;

9. Observar a lista de isenção de impostos e das taxas de embarque.
 
 
 

Vacinas

Contra Febre Amarela

Internacional

Para turistas, que nos últimos três meses estiveram em trânsito, ou procedem dos seguintes países: Angola, Benin, Bolívia, Burkina Faso, Camarões, Colômbia, Equador, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné Bissau, Guiana Francesa Libéria, Nigéria, Peru, República Democrática do Congo, Serra Leoa, Sudão, Venezuela e Zaire.

Exterior
É necessária vacina para turistas que pretendem visitar os seguintes estados brasileiros: Acre, Amazonas, Amapá, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Contra Pólio

Crianças com idade entre três meses e seis anos necessitam de um Certificado Internacional de vacinação contra Pólio.

Outras informações

Ministério da Saúde
www.saude.gov.br

Embratur
www.embratur.gov.br

Ministério do Esporte e Turismo
www.met.gov.br
 
 
 

Remédios

São muitos os cuidados a serem tomados antes de viajar ao exterior, se você faz uso diário de remédios controlados, procure levar com você as receitas deste remédio e a bula do mesmo. Não é necessário camuflar remédios de tarja preto ou vermelho, se você está levando consigo estas bulas e receitas. Não leve em quantidade, e não tente disfarçar tirando-os da embalagem.

Separe um espaço em sua mala para guardar a fraqueira dos remédios. Compre-os ainda aqui no Brasil, não deixe para comprar no exterior, isso por que não será fácil encontrar-los. Não só pela dificuldade de achar-los, mas por causa da rigorosidade de alguns países. Em alguns países é necessário que você tenha antes passado por um médico, e não adianta chorar, espernear, fazer carinha de doente. Eles são rígidos.

Tome algumas medidas preventivas também antes de sair do Brasil, vacine-se com a vacina anti-gripe, que o protege contra 70% das gripes existentes. Esta vacina deve ser tomada pelo menos um mês antes de sua saída do Brasil. E se estiver indo para países que possuem auto índice de mosquitos vacine-se contra a febre amarela, essa deve ser tomada pelo menos 10 dias antes de sua saída do Brasil, além da vitamina B. Tome a vitamina 2 semanas antes de viajar até quando voltar para casa, ele funciona como eficaz repelente.

Abaixo uma lista com o que você deve levar em sua frasqueira:
  • Comprimidos contra ressaca;
  • Preservativos;
  • Loção contra queimaduras;
  • Aspirinas;
  • Gel contra dor muscular;
  • Pomada contra assaduras;
  • Protetor solar;
  • Colírio;
  • Comprimido contra enjoo;
  • Protetor labial;
  • Curativos;
  • Antigripal- Lembre-se: a vacina não é 100% eficiente;
  • Comprimidos para diarreia e prisão de ventre;
  • Remédios pessoais- Não se esqueça da receita e da bula;
  • Complexo B- Uma cápsula por dia contra mosquitos;
  • Sal de Frutas- Para aquela comida que não caiu bem;
  • Anti inflamatórios- A cada oito horas contra dores fortes;
  • Algodão;
  • Antitérmico- abaixar aquela febre;
  • Spray para dor de garganta;

Observação: É claro que alguns itens acima não são tão necessários, tal como: Comprimidos contra ressacar, se você não bebe bebidas alcoólicas.

Com essa pequena farmácia você se sentirá mais seguro, e saberá que poderá contar com aquele remédio.
 
 
 

Cuidados Especiais

Passageiros especiais, como idosos, pessoas com problemas de saúde, portadores de deficiência física, gestantes e passageiros com crianças pequenas devem ser os primeiros a embarcar no avião.

Grávidas

As empresas aéreas exigem atestado médico de mulheres que estejam viajando até quatro semanas antes da data prevista para o parto ou que tenham complicações na gestação. O atestado deve ser emitido durante a semana que antecede o embarque. Mesmo com autorização médica, as grávidas não devem viajar sete dias antes ou sete dias depois do parto. Também não é indicado que recém-nascidos embarquem na primeira semana de vida.

Crianças e Adolescentes

Crianças com menos de 2 anos pagam apenas 10% da tarifa normal, mas devem viajar no colo do acompanhante. Passageiros com idade entre 2 e 12 anos incompletos pagam 50% do valor da passagem de adulto, com direito a assento.

Em vôos nacionais, menores de 12 anos precisam de autorização judicial quando não estiverem acompanhados pelos pais ou responsáveis. A autorização não é exigida se a criança estiver junto de maiores de 21 anos com autorização dos responsáveis ou que sejam parentes próximos - irmãos, tios, avós e bisavós. Em geral, adolescentes de 12 a 18 anos com carteira de identidade ou certidão de nascimento podem viajar desacompanhados, mas a regra pode variar de acordo com o Juizado de Menores de cada área.

Em viagens internacionais, menores de 18 anos desacompanhados só podem viajar com autorização. Caso o menor esteja com apenas um dos pais, deve ter a autorização do outro. Crianças com menos de 12 anos ficam aos cuidados de funcionários da empresa aérea, tanto a bordo como em terra.

Deficientes Físicos

Os portadores de deficiência física têm direito a assistência das companhias aéreas, aeroportos e empresas que prestam serviços auxiliares. Eles devem avisar com antecedência quais são suas necessidades e, obrigatoriamente, se precisam de algum cuidado ou atendimento especial.

O embarque de portadores de deficiência é feito sempre 20 minutos antes dos demais passageiros. Se necessário, eles podem usar suas próprias cadeiras de rodas para ir até o avião. Os aparelhos utilizados por deficientes físicos são considerados bagagem prioritária e podem ser levados dentro da cabine de passageiros gratuitamente.

O portador de deficiência geralmente pode decidir se precisa ou não de acompanhante, cuja presença só é exigida pela empresa quando o passageiro não for auto-suficiente. Neste caso, o acompanhante paga 20% do valor da tarifa.

Deficientes Visuais

Deficientes visuais ou auditivos podem levar seus cães auxiliares, sem pagar nenhuma taxa extra, desde que o animal tenha um atestado de sanidade. O cão viaja na cabine de passageiros, no chão da aeronave, preso a uma coleira e com protetor de focinho.

Passageiros com Problemas de Saúde

Pessoas que precisam de atenção especial durante o vôo ou que devem viajar de maca só podem embarcar se estiverem acompanhados por um médico ou enfermeiro. A companhia aérea deve ser avisada com antecedência sobre a necessidade de macas, ambulâncias, cadeiras de rodas e atendimento especial.

Em casos de problemas de saúde que possam ser agravados durante o vôo ou de doenças contagiosas, o viajante tem de passar pelo setor médico da companhia, que determinará a viabilidade da viagem.
 
 
 
Monte a sua viagem
Deseja uma PASSAGEM AÉREA ou não encontrou um PACOTE pronto para sua viagem? A Sonhe Mais Viagens e Turismo providencia para você!
Nome
E-mail
Telefone
Origem / de
Destino / para (país)
Localidade / Cidade
Data de partida
Data de volta
Nº Passageiros Adultos
Nº Crianças
Necessita hospedagem?
Preencha o código abaixo
 
 
Previsão do Tempo
 
 
Rua Bento Gonçalves, 2031 - Sala 24
Galeria LLoyd Center - Centro - 95020-412
Caxias do Sul - RS
  (54) 32041057 - 30217567 
WhatsApp (54) 9 91477856

sabrina@sonhemaisviagens.com.br

As fotos contidas neste site são meramente ilustrativas.
*Preços sujeitos a alteração sem aviso prévio e conforme disponibilidade de lugares.


WCM3 Agência WebDigital Feeling